Logo



Polaroids


















Menu

Ed Sheeran não precisa de nenhum mimo da Academia

Sabe quando você sente tanto orgulho de uma pessoa, quando você acha que ela merece muito mais? Esse é o meu sentimento com o Ed Sheeran. Ou foi, pelo menos durante a exibição do documentário Jumpers For Goalposts no cinema, no último sábado, 24. A sala não estava cheia e eu queria que ela estivesse apinhada de gente! Mas, enquanto isso, no telão, um Ed tocava em Wembley para mais de 200 mil pessoas. Multiplica isso por três dias consecutivos de show. Eis o resultado.

Isso me fez pensar em como eu torci para o Ed Sheeran ganhar o merecido prêmio de melhor clipe do ano, com Thinking Out Loud, no VMA. Ele não ganhou. Ele também não ganhou nenhum Grammy, apesar de já ter sido indicado seis vezes. Tudo isso me fez pensar em mais uma coisa: oras, o Leonardo DiCaprio também nunca ganhou um Oscar. E, recentemente, Johnny Depp disse que não queria levar essa estatueta pra casa.

Para mim, é surreal pensar que nenhum desses dois atores tenha ganhado tido tal reconhecimento da Academia. Assim como é surreal pensar que a Taylor Swift tem chuvas de Grammy e o Ed não tem nenhum. Não me levem à mal, swifties. Para mim, a Tay mereceu cada uma dessas estatuetas, porque ela é destruidora mesmo e tem uma carreira consolidada inquestionável. Mas é aquele sentimento que eu tentar explicar no primeiro parágrafo deste texto, sabe?
No documentário, Sir Elton John meio que passa o bastão para Ed, com muito orgulho. Na minha opinião, uma escolha bastante correta. Sheeran é um dos artistas mais completos da atualidade. Ele compõe, ele canta, ele toca, ele dança (mesmo que só em TOL, hehe), ele se apresenta em Wembley sozinho, com sua voz, seus violões e um pedal de looping. Nunca ninguém havia feito um show solo, sem banda, nesse estádio, que é um dos mais conceituados do mundo.

Eu sei que isso pode estar parecendo um grande desabafo de fã, mas quero ir além. Quero te fazer questionar valores. Um Grammy seria legal pra caramba! Seria o máximo, uma grande conquista, incrível! Mas o que é um mimo quando se tem o mundo? Europa, América do Sul, do Norte, Ásia. Milhões de pessoas sendo musicalmente salvas. São milhões contra a decisão de uma Academia. Sou péssima em exatas, mas, aqui, a meu ver, a conta não falha.

Por isso, o SEU reconhecimento pode não vir em forma de troféu. Ele pode, simplesmente, não vir de jeito nenhum. Mas não significa que você não seja um Leonardo DiCaprio. Ou um Ed Sheeran. ;)

Oscar? Grammy? "You need me, I don't need you".

Um comentário:

  1. Que graça, acho que o seu texto falou por mim <3
    Eu admiro tanto, tanto o Ed e venho a pensar da mesma forma que você, o acho uma pessoa iluminada de um talento indescritível, infelizmente não pude ir assistir ao seu documentário pois estava trabalhando mais imagino o quanto deve ter sido surreal assistir e sentir um pouco do que ele deveria estar sentindo cantando pra diante de tantas pessoas.
    Eu costumava querer conhecer muitos artistas, para falar a verdade eu tenho uma lista de músicos do qual eu admiro e espero um dia poder falar isso olhando aos olhos deles, mas do fundo da minha alma espero um dia poder o abraçar e falar o quando as suas músicas fizeram sentindo e me ajudaram em diversas fases da minha vida.
    Xoxo :*
    www.isabelamingues.blogspot.com.br :*

    ResponderExcluir